30 anos de Cinema Paradiso

30 anos de Cinema Paradiso

Postado em:
Blog - Artigos
- 17/11/2018 13:04:04

Há exatos 30 anos era lançado o filme italiano "Nuovo Cinema Paradiso"!

Hoje, o filme de Giuseppe Tornatore é considerado um dos filmes de maior sucesso do cinema europeu e um dos filmes mais adorados da história do cinema. porém em seu lançamento, o sucesso não veio de imediato. Em seu próprio país, a Itália, o filme recebeu desprezo dos críticos italianos e não foi grande sucesso o público italiano, e críticos de grandes jornais como New York Times também mostraram insatisfação com o filme, mas esses foram minorias. Com seu lançamento mundial, Cinema Paradiso conquistou os corações do público pelo mundo e da indústria cinematográfica, e assim, o até então desconhecido diretor de 32 anos conquistou o prêmio Grand Prix no Festival de Cannes e recebeu o Oscar de Melhor Filme Estranheiro em 1989.

Alguns apontam que a rejeição inicial se deve a versão longa de 155 minutos do filme que não agradou muito, e foi a versão mais curta de 123 minutos que conquistou o mundo e recebeu mais aclamação da parte da crítica profissional. 

O produtor Stephen Woolley, dono da Palace Pictures, que foi responsável pelo lançamento do filme no Reino Unido, disse se lembrar da primeira vez que assistiu ao filme em uma exibição não-oficial no Festival de Cannes junto do diretor David Leland e disse: “Ele (Leland) é conhecido como um cara muito duro, severo, com cara de pedra. No final eu me virei para ele e havia lágrimas rolando pelo seu rosto. Quero dizer, nós dois estávamos um pouco sem fôlego. E nos falou como cinéfilos, a ideia de que muitas vezes é o próprio cinema memorável ". E Woolley ainda completou sobre o filme: “Cinema Paradiso é um filme sobre memória, e para a nossa geração, o cinema era um lugar para se reunir, um lugar mágico para deixar sua imaginação correr livre.” Um sentimento que é compartilhado até os dias de hoje. 

O Cinema Paradiso é uma bela e encantadora história de um caso de amor ao longo da vida de um menino com cinema. Situado em uma vila italiana, Salvatore encontra-se encantado com as imagens piscando no Cinema Paradiso, ansiando pelo segredo da magia do cinema. Quando o projecionista Alfredo concorda em revelar os mistérios do cinema, nasce uma profunda amizade entre os dois. Anos se passam até que chega o dia de Salvatore, já entrando em sua fase adulta, sair de sua pequena vila e perseguir seu sonho de fazer filmes. Trinta anos depois, ele recebe uma mensagem que o chama de volta para casa para uma descoberta secreta e bela que o espera.

E não se pode esquecer que o compositor italiano Ennio Morricone é indispensável para a criação da magia do filme, e também não sem o filho de Ennio, Andrea, que compôs o magnífico e famoso tema de amor da trilha sonora. Essa música é ouvida na sequência final onde vemos a adorada sequência do beijo que foi montada a mão pelo próprio Tornatore.

A coleção final assistida pelo personagem central, Salvatore, se forma, em ordem, por "Riso Amaro" (1949) de Giuseppe De Santis, "His Girl Friday" (1940) de Howard Hawks, "Ossessione" (1943) de Luchino Visconti, "The Goldrush" (1925) de Charles Chaplin, "The Adventures of Robin Hood" (1938) de Michael Curtiz & William Keighley, "The Son Of The Sheik" (1926) de George Fitzmaurice, "It's A Wonderful Life" (1946) de Frank Capra, "La Terra Trema" (1948) e "Le Notti Bianche" (1957) de Luchino Visconti, "La Cena Delle Beffe" (1942) de Alessandro Blasetti, "Les Bas-Fonds" (1936) de Jean Renoir, "A Farewell to Arms" (1932) de Frank Borzage, "Senso" (1954) de Luchino Visconti, "Il Cavaliere Misterioso" (1948) de Riccardo Freda, "A Free Soul" (1931)  de Clarence Brown, "Grand Hotel" (1932)  de  Edmund Goulding e "Dr. Jekyll and Mr. Hyde" (1941) de Victor Fleming.

E 30 anos depois, vivendo em uma Era da força da televisão e das plataformas de streaming, a nostalgia que Cinema Paradiso traz fica ainda mais forte para com a audiência que nunca deixará de amar a paixão de assistir filmes em um teatro de cinema sentados em uma poltrona. Viva o cinema, viva o Cinema Paradiso!

Categorias

Fique informado!

+ Posts

Edward Yang, O Maestro de Taiwan
Edward Yang, O Maestro de Taiwan
Ang Lee, O Taiwanęs Que Conquistou O Ocidente
Ang Lee, O Taiwanęs Que Conquistou O Ocidente
Hou Hsiao-hsien, O Mestre Taiwanęs
Hou Hsiao-hsien, O Mestre Taiwanęs
Cineastas Sul-Coreanos - Parte 2
Cineastas Sul-Coreanos - Parte 2
Cineastas Sul-Coreanos - Parte 1
Cineastas Sul-Coreanos - Parte 1